Back

Jul 28, 2022

Como funciona o reconhecimento facial e a sua segurança

ptpt
  • fr
  • es
  • en
  • de
Como funciona o reconhecimento facial e a sua segurança

O que é reconhecimento facial? Como funciona o reconhecimento facial biométrico? Que atividades práticas pode apresentar? O reconhecimento facial tem experimentado muitos avanços.

Descubra neste artigo a evolução na aplicação da tecnologia em diferentes processos diários de reconhecimento facial.

O QUE É O RECONHECIMENTO FACIAL?

O reconhecimento facial é uma tecnologia capaz de identificar ou verificar um sujeito através de uma imagem, um vídeo ou qualquer elemento audiovisual do seu rosto. Geralmente, esta identificação é usada para aceder a uma aplicação, sistema ou serviço.

É uma forma de identificação biométrica que utiliza medições corporais, neste caso o rosto e a cabeça, para verificar a identidade de uma pessoa. A tecnologia recolhe um conjunto de dados biométricos únicos de cada pessoa associados à sua expressão facial e facial para identificar, verificar e/ou autenticar uma pessoa.

Se estiver interessado em saber mais sobre a identificação de clientes, faça o download deste guia para saber todos os detalhes.

O SISTEMA DE RECONHECIMENTO FACIAL

O procedimento de reconhecimento facial só precisa de qualquer dispositivo que tenha tecnologia fotográfica digital, câmara, para gerar e obter as imagens e dados necessários para criar e registar o padrão biométrico facial da pessoa a identificar.

Ao contrário de outras soluções de identificação, tais como as palavras-passe, a verificação por email, os selfies ou imagens, ou a identificação por impressões digitais, a identificação biométrica facial utiliza padrões matemáticos únicos e dinâmicos da pessoa, o que faz deste sistema um dos mais seguros e eficazes.

O objetivo do reconhecimento facial é, a partir da imagem de entrada, encontrar uma série de dados da mesma face num conjunto de imagens de treino numa base de dados. A grande dificuldade reside em fazer este processo em tempo real, algo que não está disponível para todos os fornecedores de software de verificação de identidade.

O processo de reconhecimento facial pode apresentar duas variantes dependendo do momento em que é realizado:

  • Aquela em que, pela primeira vez, um sistema de reconhecimento facial aborda um rosto para registá-lo e associá-lo a uma identidade, de tal forma fique gravado no sistema. Este processo também é conhecido como integração (onboarding) digital com reconhecimento facial.
  • A variante na qual o utilizador anteriormente registado é autenticado. Neste processo, os dados recebidos da câmara são cruzados com os dados existentes na base de dados. Se a face corresponder a uma identidade já registada, o sistema concede acesso ao utilizador com as suas credenciais.

Agende uma entrevista aqui e aceda a 508 milhões de consumidores graças à normalização europeia de integração (onboarding) de clientes.

COMO FUNCIONA O RECONHECIMENTO FACIAL?

Os sistemas de reconhecimento facial captam uma imagem recebida de um dispositivo com câmara de uma forma bi ou tridimensional, dependendo das características do dispositivo.

Estes comparam numa base de dados as informações relevantes do sinal de imagem de entrada em tempo real em foto ou vídeo, sendo esta última muito mais fiável e segura do que a informação obtida numa imagem estática. Este procedimento requer uma ligação à Internet, uma vez que a base de dados não pode ser encontrada no dispositivo de captura, mas está hospedada em servidores.

Nesta comparação de rostos, a imagem de entrada é analisada matematicamente e sem margem de erro e verifica-se que os dados biométricos correspondem à pessoa que deve recorrer ao serviço ou está a solicitar acesso a uma aplicação, sistema ou mesmo a um edifício.

Graças ao uso de tecnologias de inteligência artificial (IA) e machine learning, os sistemas de reconhecimento facial podem funcionar com os mais elevados padrões de segurança e fiabilidade. Da mesma forma, graças à integração destes algoritmos e técnicas informáticas, o processo pode ser realizado em tempo real.

USOS DO RECONHECIMENTO BIOMÉTRICO

O uso do reconhecimento facial centra-se na verificação ou autenticação de rostos e, com ele, de pessoas. Esta tecnologia é utilizada, por exemplo, em situações como:

  • Segundo fator de autenticação, para adicionar segurança extra em qualquer processo de login.
  • Acesso a uma aplicação móvel sem a necessidade de uma palavra-passe.
  • Acesso a serviços online previamente contratados (login em plataformas online, por exemplo.).
  • Acesso a um recinto (escritórios, eventos, instalações de qualquer tipo…).
  • Método de pagamento, tanto em lojas físicas como online.
  • Acesso a um dispositivo bloqueado.
  • Serviços turísticos de check-in (Aeroportos, hotéis…).

SMILEID, SOLUÇÃO DE AUTENTICAÇÃO BIOMÉTRICA FACIAL

Na Electronic IDentification (eID) desenvolvemos o SmileID, uma solução de autenticação biométrica baseada na tecnologia de reconhecimento facial.

O SmileID, ao contrário de outras soluções pouco seguras e fiáveis, utiliza algoritmos de IA e machine learning para fornecer fiabilidade total, ao mesmo tempo que cumpre com os mais elevados padrões de segurança e regulamentos mais rigorosos. Além disso, é uma solução versátil e universal que se adapta a qualquer dispositivo e canal.

Se quiser experimentar o mais avançado sistema de identificação por vídeo, solicite uma demonstração aqui.

Cookies on this website are used to personalize content, offer social media features and analyze traffic. We share information with our social media, advertising and web analytics partners, that can combine it with other information provided to them or that they have collected from the use of their services. Manage, get to know, accept or delete cookies by clicking on "Cookie Settings and Policy" . You accept our "Privacy Policy" by navigating this website.

Picture

Please rotate your device to continue discovering the leading eID digital identification solutions